Faria regressa aos ralis e leva a filha como co-piloto

AvatarRedação , 6 de março, 2020

TT Faria 1

Ela é advogada e ele empresário. Filha, Crisália Faria, e pai, José Faria, são a nova dupla de Esposende que se vai estrear-se na Baja TT ACP Santiago do Cacém/Grândola, no Campeonato de Portugal de TT que tem início hoje, no concelho de Grândola, com um total de 114 km ao cronómetro. No domingo, já no concelho de Santiago do Cacém, o terceiro e último Setor Seletivo tem a extensão de 140 km.

O Ford Proto da Espoauto, preparado e assistido pela equipa PRK Sport, terá como navegador de José Faria a filha, Crisália Faria.

«Até ao momento, foi sempre ele [pai] a mandar ou a ditar as leis, como se costuma dizer, mas a partir de agora serei eu. O meu pai vai ter que me ouvir, em todas as circunstâncias», começou por comentar Crisália Faria, jovem advogada que pela primeira vez vai entrar no mundo do competição automóvel e que será co-piloto do pai, José Faria.

Já José Faria, que conhece bem o mundo da competição automóvel, confessa-se duplamente satisfeito no início desta época que marca o "seu" regresso à competição, 26 anos depois de conquistar o título de campeão de ralis de iniciados.

 

«A Crisália possui características e competências para ter um futuro promissor como navegadora, o que me deixa imensamente orgulhoso, feliz e confiante. Em relação a este meu regresso, o balanço da primeira prova foi bastante positivo e poderei dizer que, pelo ambiente e estrutura das provas, fiquei cliente, como piloto, do TT [todo o terreno]. De resto, constatei que, afinal, no plano competitivo estou menos enferrujado do que imaginava», concluiu o piloto de Esposende, que nesta segunda prova da época poderá retirar melhor partido do Ford Proto nos trilhos alentejanos da prova organizada pelo Automóvel Club de Portugal.

[Notícia completa na edição impressa do Farol de Esposende]


Também pode gostar