ACES: Cávado III de Barcelos/Esposende vacinou 1567 crianças contra a covid-19 em dois dias

AvatarPedro Gomes , 20 de dezembro, 2021

vacina crianca 1 v2

Foram 1567 as crianças vacinadas contra a covid-19 no Agrupamento de Centro de Saúde (ACES) Cávado III de Barcelos e Esposende durante o fim de semana passado.

Segundo informações obtidas pelo E24 junto de fonte da autoridade de saúde, os dois primeiros dias de vacinação corresponderam a 1147 crianças, dos 9 aos 11 anos de idades inoculadas no Centro de Vacinação de Barcelos.

Já no centro de Esposende, o número correspondeu a 420.

Números estes considerados «positivos» pelos responsáveis do processo de vacinação que corre nos concelhos de Esposende e Barcelos.

Como deu nota o E24, a vacinação correu de forma tranquila, sem grandes filas de espera e dentro de um ambiente descontraído para as crianças.

De acordo com os números revelados ao E24 pela Direção-Geral de Saúde (DGS), mais de 88 mil crianças foram vacinadas este fim de semana contra a covid-19 em Portugal.

Ainda segundo a DGS, além das crianças que estavam agendadas para este fim de semana – cerca de 77 mil -, no sábado à tarde foi dada a oportunidade às crianças dos nove aos 11 anos de serem vacinadas sem marcação nos centros de vacinação de todo o país.

A vacinação das crianças prosseguirá, de acordo com a calendarização prevista, indica ainda a DGS.

As crianças dos nove aos 11 anos que não foram vacinadas neste fim de semana vão ter oportunidade de agendar a vacinação para os próximos dias dedicados à vacinação pediátrica, acrescenta.

O Governo estima que as segundas doses da vacina pediátrica da Pfizer sejam administradas entre 05 de fevereiro e 13 de março do próximo ano.

Até lá, está previsto que, entre 06 e 09 de janeiro, sejam vacinadas as crianças que têm entre sete e nove anos, ficando reservados os dias 15 e 16 para a administração da primeira dose ao grupo dos seis e sete anos, enquanto a 22 e 23 do mesmo mês serão vacinadas as de cinco anos.

As crianças com comorbilidades terão prioridade para serem vacinadas, independentemente da idade, desde que tenham prescrição médica, bastando que se se dirijam aos centros para receberem a vacina contra o SARS-CoV-2.

 


Também pode gostar