Barcelos: 18 milhões para a expansão do Campus de Barcelos

AvatarPedro Gomes , 22 de dezembro, 2021

IPCA

Com um investimento superior a 18 milhões de euros, a Presidente Maria José Fernandes apresentou o projeto de expansão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA). A apresentação decorreu na sessão solene comemorativa do 27º aniversário do Campus. 

No terreno da Quinta do Patarro, recentemente adquirido pelo Município de Barcelos por cerca de dois milhões de euros, nascerão, entre outros equipamentos, um edifício dedicado à investigação, uma residência universitária e um auditório com 500 lugares. Segundo Maria José Fernandes, a concretização deste projeto “permitirá que o IPCA tenha mais estudantes, mais investigação e mais projeção e afirmação a nível nacional e internacional”. 

A expansão do Campus do IPCA, revelada através da projeção de um vídeo de simulação 3D, compreende a construção do B-CRIC Barcelos Collaborative Research and Innovation Center, um espaço dedicado à investigação, valorização e transferência de tecnologia. No mesmo terreno, com 33 mil metros quadrados, irá nascer, também, a futura residência de estudantes, com cerca de 130 camas. Além do auditório com 500 lugares, o projeto contempla, ainda, a recuperação da atual casa da Quinta do Patarro, tendo em vista a instalação dos serviços centrais do IPCA. 

Ainda sobre o futuro da instituição, Maria José Fernandes adiantou que, apesar da dimensão da expansão do Campus, o IPCA “já está a trabalhar em outros projetos, em cooperação com as câmaras municipais e com o Governo”. Destacou também a entrada do IPCA na rede das Universidades Europeias, em 2020, o crescimento do número de projetos de investigação e da ligação às empresas para valorização e transferência de conhecimento, assim como referiu a aprovação da candidatura aos programas “Impulso Jovem STEAM” e “Impulso Adulto”, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência, num valor superior a 9,7 milhões de euros.

 


Também pode gostar