Barcelos: Em tempos de abril presidente da Câmara exige condições para uma descentralização séria

AvatarRedação , 25 de abril, 2022

Imagem 2 v5

“Reivindicar Abril é lutar pela descentralização de competências, mas uma descentralização honesta", afirmou hoje Mário Constantino, presidente da Câmara de Barcelos no âmbito das cerimónias oficiais do 25 de abril.

Mário Constantino quer que seja analisado "setor a setor, discutida entre as partes, concertada entre Estado central e Municípios e autarquias".

"E nunca uma delegação de competências para aligeirar responsabilidades, imposta com prepotência, sem as devidas e justas compensações financeiras, penalizando as Câmaras Municipais e, por conseguinte, as suas populações, já que o dinheiro que vai ser gasto para a recuperação e manutenção dos edifícios escolares e dos centros de saúde, vai impedir que seja canalizado para outras prioridades municipais", frisou.

Esta foi uma das mensagens com maior significado político que o presidente da autarquia barcelense deixou no discurso da sessão solene das comemorações dos 48 anos do 25 de Abril.

O autarca sublinhou também que todos - Assembleia Municipal, Câmara Municipal, Juntas de Freguesia e de Uniões de Freguesia, Sociedade Civil, e cada um de nós, barcelenses - devemos "contribuir para que abril se cumpra".

"E, neste caso concreto, cumprir abril é fazermos tudo o que esteja ao nosso alcance para transformar Barcelos num Concelho mais desenvolvido, mais coeso, mais solidário, e ambientalmente mais sustentado", apontou.


Também pode gostar