Barcelos: Morreu o padre Domingos Novais natural de Macieira de Rates e que foi pároco em Vila do Conde

AvatarRedação , 31 de março, 2022

Captura de ecra 2022 03 31 as 15.59.21

Tinha 97 anos e era natural de Macieira de Rates, concelho de Barcelos. Morreu o padre Domingos Matos Rio Novais que foi pároco durante várias décadas, em Rio Mau, Vila do Conde.

A missa exequial é celebrada, na sexta-feira, às 17:00, em Macieira de Rates, Barcelos, indo depois a sepultar no cemitério local.

A biografia divulgada pela Arquidiocese de Braga refere, Domingos Novais nasceu em 08 de agosto de 1924 em Macieira de Rates, Barcelos, e foi ordenado sacerdote em 12 de outubro de 1947, em Braga.

De dezembro de 1947 e até ao fim de junho de 1948, foi vigário co-adjutor na paróquia de Gemieira, em Ponte de Lima – numa altura em que a actual Diocese de Viana do Castelo ainda não existia.

Foi, então, nomeado vigário cooperador na paróquia de Nossa Senhora da Oliveira, no arciprestado de Guimarães e Vizela, onde esteve até agosto de 1950.

Depois, até setembro de 1958, foi em simultâneo pároco das comunidades de Sequeade (São Tiago), Bastuço (São João Baptista) e Bastuço (Santo Estevão), em Barcelos.

Por fim, entre 13 de setembro de 1958 e 20 de julho de 2014 foi o pároco de Rio Mau (São Cristóvão), em Vila do Conde.

«A Arquidiocese de Braga, a família e as paróquias às quais serviu, unem-se agora em oração e agradecem a Deus pelo seu ministério sacerdotal e pelo dom da sua vida», vaticina a Arquidiocese de Braga.


Também pode gostar