Cávado: Mário Constantino e Júlia Fernandes eleitos "vices" da CIM

AvatarJoão Polónia, 27 de outubro, 2021

CIM Cavado presidentes

Mário Constantino, presidente da Câmara de Barcelos, e Júlia Fernandes, presidente da Câmara de Vila Verde, foram eleitos. ambos, para serem vice-presidentes da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado.

A posse decorreu ontem, ao final da tarde, com o autarca de Barcelos a sublinhar a importância de «reforçar a cooperação dos municípios» integrantes desta comunidade «no sentido de dinamizar projetos regionais estruturantes para o desenvolvimento da região».

Com a integração de Mário Constantino, a CIM Cávado deixa de ter qualquer representação socialista, pois com a vitória de Barcelos, o PSD passa a ter a posse de todas autarquias do Cávado.

Na reunião do Conselho Intermunicipal, realizada na sede da CIM Cávado, em Braga, os representantes dos seis Municípios da NUTS III Cávado, aprovaram, por unanimidade, a reeleição de Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga, para o cargo de presidente da CIM Cávado.

O Conselho Intermunicipal é constituído pelos presidentes de cada um dos municípios integrantes - Braga, Terras de Bouro, Amares, Vila Verde, Barcelos e Esposende - que elegem, de entre si, um presidente e dois vice-presidentes.

A CIM Cávado, constituída ao abrigo da lei nº 75/2013, de 12 de setembro, integra a estruturada da bacia do Rio Cávado e desenvolve-se no sentido sudoeste e nordeste, confinando com o mar e com Espanha.

É um território heterogéneo, integrando concelhos muito rurais junto ao mar, até concelhos muito rurais de montanha junto à fronteira, passando por concelhos muito urbanos e densos como Braga.

Com uma área total de 1245,8 Km2 e 170 freguesias, compreendia em 2001 uma população residente de cerca de 410 mil pessoas. Esta comunidade prende os seus interesses sobretudo no desenvolvimento territorial da região do Vale do Cávado.


Também pode gostar