Condenados por assaltos em Barcelos que renderam 33 mil euros

AvatarRedação , 19 de janeiro, 2020

Tribunal Barcelos

Realizaram dez assaltos em Barcelos que renderam cerca de 33 mil euros. O coletivo de juízes condenou um casal, ele com 27 e ela com 24 anos, por furtos realizados entre junho e setembro e agosto do ano de 2016 em várias freguesias do concelho barcelenses.

Casas particulares e lojas forma o alvo do casal que foi condenado pelo Tribunal a penas de oito anos de prisão efetiva, no caso do homem, e a dois anos e dez meses mas com a pena suspensa a mulher.

O casal assaltou casas em Barcelinhos, Feitos, Vila Frescainha São Pedro, Areias de Vilar e Tamel São Veríssimo. Ouro, jóias e aparelhos tecnológicos eram o alvo preferido dos larápios, no entanto, numa casa, roubaram quase 11 mil euros em dinheiro que serviu para comprarem um carro.

Também lojas, restaurantes e até uma mediadora de seguros foram também "visitadas" pelo casal, nomeadamente nas localidades da Ucha e no centro da cidade de Barcelos.

As peças roubadas foram trocadas em bairros do Porto e Braga, sendo que as peças em ouro foram trocadas em ourivesarias. Com o dinheiro dos objetos roubados compravam cocaína e heroína.

Acabaram apanhados e o acórdão da condenação dá destaque ao facto de um dos arguidos ter já 17 condenações, em Barcelos, Braga e Famalicão, por diversos crimes como «furto qualificado, recetação e tráfico de menor gravidade».

Já a mulher com pena suspensa terá que, para além de pagar 700 euros de multa e a entregar 600 euros ao Centro de Solidariedade Social de S. Veríssimo, submeter-se a plano de reinserção social.

 


Também pode gostar