Empresa de Barcelos acusada de traficar pessoas para África

AvatarRedação , 13 de fevereiro, 2020

Tribunal Barcelos v2

Uma empresa de construção covil do concelho de Barcelos está acusada pelo tráfico de ser humanos para o continente africano. Segundo o despacho a que o E24 teve acesso, a queixa foi avançada por três antigos colaboradores de empresa.

Além do crime de tráfico de ser humanos, a empresa é ainda acusada de furto e associação criminosa.

Segundo os queixosos, os colaboradores da empresas foram enviados para a Costa do Marfim e trabalhavam sem receber e não tinham apoio médico, assim como a alimentação era a mais aceitável.

A empresa, que entretanto pediu a insolvência, nega os crimes, incluindo as acusações de falta de auxílio médico. A construtura refere que os funcionários recebiam o salário acordado e que os contratos eram por três meses.


Também pode gostar