Esposende: Assembleia Municipal aprova orçamento da Câmara que Benjamim Pereira considera «realista e ambicioso»

AvatarRedação , 22 de dezembro, 2021

IMG 0529 v3

A Assembleia Municipal de Esposende aprovou hoje, por maioria, o Orçamento da Câmara para 2022, “o maior de sempre”, no valor de 32,7 milhões de euros, disse hoje fonte autárquica.

O Orçamento e as Grandes Opções do Plano foram aprovados com 24 votos a favor e seis contra, estes dos deputados do PS (cinco) e do Chega (um).

O Orçamento para o próximo ano é superior em 2,7 milhões de euros ao de 2021.

No valor global de 32,7 milhões de euros para 2022 estão incluídos 2,8 milhões de euros provenientes da transferência de competências por parte do Estado para a Câmara Municipal, para fazer face às novas despesas decorrentes deste processo.

“Este é o maior orçamento de sempre do município de Esposende”, sublinha a câmara do distrito de Braga, liderada pelo social-democrata Benjamim Pereira.

Na votação no executivo, o único vereador da oposição, Luís Peixoto (PS), absteve-se, por entre críticas ao facto de a Câmara ficar com os 5% do IRS e de aumentar o imposto sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis (IMT).

Luís Peixoto queria ainda incentivos à natalidade e uma política de habitação que contrariasse os “preços proibitivos” praticados no concelho.

“Abstive-me porque fui presidente de junta durante 12 anos e entendo que, como o Orçamento é o documento orientador, se deve dar sempre uma hipótese a quem está no poder”, disse o vereador socialista.

Segundo a Câmara, o Orçamento para 2022 privilegia a conclusão de um “conjunto significativo” de obras em curso e projeta a concretização de uma série de outras empreitadas e projetos “tendentes ao progresso e desenvolvimento do concelho”.

A Câmara destaca a instalação de ensino superior em Esposende e a concretização de projetos de investigação de reconhecimento internacional no Forte de S. João Baptista e na Estação Radionaval de Apúlia, a que se juntam a execução do Parque da Cidade e do Parque Desportivo e de Lazer Municipal.

“A par disso, o município continuará a apostar na renovação das estruturas e dos serviços, mantendo o investimento permanente nas freguesias, no desenvolvimento económico e na criação de emprego, bem como no planeamento e promoção do território”, acrescenta um comunicado camarário.


Também pode gostar