Esposende: CHEGA soube da morte do seu único deputado municipal 16 dias depois

AvatarRedação , 22 de março, 2022

ZAC 4216 Large

Manuel Cunha Pereira, deputado municipal do CHEGA em Esposende, faleceu de forma súbita e o partido que representava só soube 16 dias depois, depois de tentar contactar com o referido deputado para tratar assuntos do foro autárquico de Esposende.

Manuel Pereira, 64 anos de idade, foi a sepultar em Vila Nova de Cerveira no dia 4 de março, mas o CHEGA de Esposende só teve conhecimento no dia 19 de março.

Os dirigentes locais do partido de André Ventura estranharam a ausência de respostas e foram em busca do paradeiro de Manuel Pereira. O desfecho foi o pior possível e surpreendeu o CHEGA, depois de um amigo do falecido ter confirmado a morte.

O próprio órgão autárquico também só soube de morte ontem, dia 21 de março, e lamentou o falecimento do deputado municipal.

Economista de formação e Revisor Oficial de Contas, Manuel Cunha Pereira tinha uma carreira consolidada na docência universitária (Faculdade de Economia da Universidade do Porto e Porto Business School), tendo ainda sido Diretor de Serviços de Gestão do Risco da Autoridade Tributária.

O CHEGA de Esposende e a Câmara de Esposende endereçam «as mais sentidas condolências à família e aos amigos de Manuel Cunha Pereira».

Câmara e Assembleia Municipal vão apresentar voto de pesar por tão triste acontecimento.

 


Também pode gostar