Esposende: Cogestão do PNPL diz ter plano para três anos

AvatarRedação , 8 de abril, 2022

pln

Comissão de Cogestão do Parque Natural do Litoral Norte (PNLN) apresentou plano para o período de 2022 a 2025, mas é desconhecido qualquer nota sobre o investimento previsto para este plano ou o conteúdo deste.

Desconhece-se se existem ações sobre erosão costeira, zonas frágeis de cheias, assim como os crescentes índices de poluição do rio Cávado, ou as demolições, mas a nota de imprensa confere a existência de indicadores -  sem dizer quais - que alinharam a estratégica para os próximos três anos.

«O documento espera contribuir não só para a manutenção da integridade dos ecossistemas, mas também para a promoção da coesão territorial e do desenvolvimento sustentável, baseado na valorização dos recursos naturais», lê-se.

A cogestão do PNLN afirma querer «potenciar o relacionamento próximo com as diferentes entidades com intervenção e conhecimento do território, pretende-se fomentar o envolvimento no apoio à decisão sobre as grandes linhas que permitam a concretização dos objetivos que presidiram à classificação deste Parque Natural».

O Parque Natural Litoral Norte (PNLN) espraia-se ao longo de cerca de 18 quilómetros de costa, entre a foz do rio Neiva e a zona da Apúlia, em área administrada pelo município de Esposende. O parque tem uma superfície de 8.775 hectares, sendo 7.703 de área marinha e os restantes de área terrestre.


Também pode gostar