Esposende: «Estava lá o Guerra e salvou a idosa»

AvatarFrancisco Xavier, 9 de fevereiro, 2022

MG 1

A pronta ação de um bombeiro fora de serviço em Esposende evitou uma tragédia para uma família que se deslocou hoje até à foz do Cávado para provar uma iguaria local.

Miguel Guerra, chefe e bombeiro há 35 anos na corporação dos Voluntários de Esposende, estava junto ao edifício que alberga o Fórum Esposendense e o Instituto de Socorros a Náufragos quando acabou por ser alertado para uma mulher, octagenária, que lutava contra um pedaço de uma "Clarinha de Fão" que havia ficado a obstruir a respiração.

As dificuldades da mulher, que se encontrava perto do Parque Infantil público da "Caravela", eram notórias, mas a rápida ação de Miguel Guerra, e os conhecimentos na área, levaram o bombeiro fora de serviço a executar a "manobra de Heimlich" para desengasgar a idosa.

O ato foi feito repleta de sucesso e a vítima acabou por estabilizar a respiração.

«Fiz aquilo que foi o meu dever e o que estava ao meu alcance. Acabamos por estar sempre de serviço mesmo quando não estamos com a farda vestida. Apenas executei uma manobra, que todos deviam saber colocar em prática e que devia fazer parte de qualquer manual cívico, que é a manobra de Helmlich. A senhora ficou bem e não foi preciso recorrer a apoio hospitalar», disse Miguel Guerra a este jornal.

O ato levou mesmo a um amigo da família que viveu a situação a agradecer publicamente o gesto nas redes sociais.

«Parabéns amigo Guerra, por teres ajudado a mãe de um camarada meu hoje com dificuldade respiratórios, onde rapidamente prestas te os teu conhecimentos e conseguiste com que a senhora recuperasse rapidamente, um abraço. — a sentir-se confortável», lê-se numa publicam de Miguel Mitch.

Aliás, esta não é a primeira vez que são reconhecidos atos de altruísmo ao bombeiros Miguel Guerra, pois são conhecidos os seus salvamentos na zona da barra quando gente menos sabia se aventura num dos locais mais perigosos de Esposende

«A sorte é que anda por lá o Guerra», diz-se já por entre os esposendenses.


Também pode gostar