Esposende: PAN denuncia centenas de poços a céu aberto no concelho de Esposende

AvatarRedação , 29 de novembro, 2021

168029650 4000739083280970 2461220575532724179 n

Após uma visita do partido PAN à freguesinha de Belinho, em conjunto com moradores e produtores agrícolas locais, foi feita uma denuncia por parte da Comissão Política Distrital do PAN devido à manutenção de centenas de poços a céu aberto no concelho de Esposende.

 

Segundo o porta-voz da distrital, Rafael Pinto, «Já no início deste ano questionamos a autarquia sobre os planos para tapar estes poços, bem como o Ministério da Administração Interna. Apesar de alguns já terem sido sinalizados ou aterrados, os moradores afirmam que existem centenas por todo o concelho que precisam de uma intervenção urgente».

Neste sentido, o PAN questionou a autarquia sobre o número total de poços identificados, número de autos levantados, quantas intervenções decorreram durante este ano, e como prevê o executivo proceder para os casos onde não é possível identificar os proprietários.

«Relembramos que já faleceram 2 pessoas nestes poços, uma delas durante este verão. Estamos a perder vidas com um problema que já deveria estar resolvido”, continua Rafael Pinto, acrescentando: “Há ainda relatos da morte de centenas de animais, principalmente cães. Um problema que aumentou quando se iniciou a caça ao coelho-bravo nesta zona, devido ao uso de matilhas. Durante a nossa visita encontramos mesmo o cadáver de um cão num poço. Os moradores denunciam também o abandono animal como prática generalizada neste local, principalmente após os dias de caça.»

Assim, o partido questionou ainda a autarquia sobre a avaliação dos riscos para humanos e animais aquando do processo de extensão da zona de caça, bem como sobre as medidas previstas para apoiar os agricultores na proteção das suas colheitas.

Por fim, foram ainda pedidos esclarecimentos sobre as políticas de combate ao abandono de animais, nomeadamente na atividade da caça.


Também pode gostar