Estamos em Estado de Emergência. O que pode e não pode fazer em Esposende

AvatarRedação , 22 de março, 2020

GNR Esposende

Na passada quinta-feira o Governo de António Costa explicou quais são as regras do Estado de Emergência Nacional e que hoje entraram em vigor devido ao Covid-19. Decidimos aqui dar algumas dicas aos esposendenses, uma espécie de manual de sobrevivência, para estes 15 dias - que até podem ser mais - de grandes condicionalismos. 

Primeiro, escusado seria escrever, o melhor é  ficar em casa como referem várias recomendações (ver aqui), mas se assim não for, o que pode ou não fazer?

1 - Se tiver sintomas ou achar que está contaminado com o coronavírus, comece por ligar o SNS24 (808 24 24 24) e fique a saber também que em Barcelos, no Centro de Saúde de Barcelos (ver aqui onde fica) está em funcionamento um Serviço de Atendimento, destinado a todos os utentes com sintomatologia respiratória (tosse, febre, dificuldade respiratória) de Esposende.

2  - Se estiver em situação de vigilância ativa por decisão da autoridade de saúde, então fique em casa. Está totalmente proibido de sentir, sequer, a nortada em Esposende, pois durante o estado de emergência fica imposto o isolamento obrigatório (no hospital ou em casa). Se não respeitar esta imposição, o mais certo é ter a GNR de Esposende a apontar-lhe um crime de desobediência civil. Os militares da GNR de Esposende que identificarem alguém nesta situação encaminham a pessoa a casa ou ao hospital.

3 - Se tem mais 70 anos e é feito da fibra do mar, então muito juízo e fique em casa porque não há heróis. Faz parte do grupo de risco Covid-19 e está sob um dever especial de proteção, sendo aconselhável que não saia de casa. Apenas poderá ir buscar comida ou passar na farmácia. Pode ainda dar a desculpa de que vai tratar da reforma - até porque os CTT estão abertos -  ou que vai ao banco, mas o melhor mesmo é ficar por casa até porque até 30 de junho não há prazos para nada. Claro que mesmo assim o António Costa é amigo e deixa-o fazer uns passeios higiénicos, ou seja, uma voltinha muito curta perto de casa para as pernas não adormecerem. Aproveite e leve o cão.

3 - Quanto aos esposendenses em tempo de trabalho, ora, estão em recolhimento domiciliário e nem pescar um peixinho na Praça da Lampreia é permitido, o mais certo é mesmo aparecer o Controlo Costeiro da GNR. Claro que pode ir trabalhar, mas nada de parar no café, até porque o mais provável é estar tudo fechado, mas pode sempre comprar o pão ou leite. O melhor mesmo, e se for um desses casos, trabalhe desde casa, ou seja, uma espécie de vá para fora cá dentro, mas em formato teletrabalho.

4 -  Quanto a transportes públicos. Sem Covid-19 já pouco existem em Esposende, mas com a pandemia fique a saber que lotação está limitada. O mais provável é ir de carro não é? Então fique a saber que pode abastecer a viatura e que pagar só mesmo no guiché. 

5 - Com as escolas fechadas, o mais provável é estar em casa a desesperar, mas não se preocupe que à semelhança dos passeios higiénicos, também pode dar uma volta com as pequenas feras lá de casa. O primeiro-ministro explicou que as pessoas podem sair de casa para «acompanhamento de menores em períodos de recreação ao ar livre de curta duração». Mas se for ao google vai encontrar mil e uma ideias para fazer com as crianças lá em casa.

6 - Divide a guarda do filho com o outro progenitor? Não se preocupe, pode levar as crianças e recebê-las como até agora, pois o Governo aprovou normas que estabelecem, por razões de assistência à família, se possa ir à rua. O mesmo serve para quem tem que ajudar os pais. "Tá tudo" controlado...menos o Covid-19 por isso tenha cuidado nas saídas.

7 - Os Bobby e Tareco lá de casa podem também fazer o cocó e o xixi à rua, mas sempre com os donos e nada de passeios na Marginal de Esposende. Tudo muito curto e não se esqueça do saquinho para as necessidades do animal de estimação.

8 - Os bancos de Esposende vão estar abertos, mas estes têm dito aos clientes para recorrer aos serviços online. Mas tem mesmo mesmo que ir? Então calce os ténis e vá a correr, pois o Governo permite pequenas corridas de manutenção, mas sozinho. Não se preocupe que não vai ser assaltado, a GNR vai estar a controlar tudo.

9 - Se for à Câmara ou serviços municipais de Esposende, não vai ter sorte. Só por marcação telefónica e mesmo assim, o online vem primeiro. Por isso, não vale a pena fazer manutenção para os lados da Câmara de Esposende ou para o Largo dos Peixinhos, a movida está proibida e os restaurantes só em formato take away. Ah..a lota está a funcionar.

10 - Ah, o cartão de cidadão perdeu a validade? Esqueça, nunca o fora de prazo foi estar em prazo e tem até 30 de junho para renovar qualquer documento – carta de condução, cartão do cidadão, certidões, etc. – que tenha caducado após 24 de Fevereiro, por isso, fique em casa a ver Netflix.

11- Mesmo assim quer ir dar uma volta de carro até Apúlia? Esqueça, tem que estar em casa, só se for para comprar comida, mas mesmo assim o Governo permite entregas ao domicílio. De resto tudo vai estar fechado, como lojas de comércio não essenciais. Apenas supermercados ou quiosques vão estar abertos porque vendem produtos considerados essenciais como comida, bebida, jornais e tabaco. Padarias, mercearias e a farmácias também estão abertas. Mas todos eles com restrição de número de pessoas. 

12 - Pode ir ao café? Bem, o mais provável é estar tudo fechado, porque o Governo recomendou o fecho do atendimento ao público, mas «apelou a que se possa manter em funcionamento», sem espaços de aglomeração de clientes. Ou seja, esqueça o café, tente fazer em casa.

13 - Faleceu um familiar? Os nossos sentimentos, mas prepare-se pois há limitações. Serão adoptadas medidas específicas do ponto de vista da organização para que não haja aglomerados de pessoas.

14 - Quer ir à Matriz de Esposende? Esqueça, estão proibidas as celebrações de cariz religioso e de outros cultos que impliquem uma aglomeração de pessoas. Mas não se preocupe que o E24 está a transmitir online. 


Também pode gostar