▶️ Providência cautelar obriga Governo e APA a travar avanço da Muito Alta Tensão em Perelhal

AvatarNuno Cerqueira, 8 de outubro, 2020

REN Perelhal boucas NC 3

O Ministério do Ambiente e Transição Energética e a Agência Portuguesa do Ambiente estão obrigadas a travar avanço da linha de Muito Alta Tensão que a REN está a colocar em Barcelos, nomeadamente em Perelhal, disse hoje a este jornal fonte judicial.

Esta decisão, tomada hoje pelos tribunais, surge na sequência de uma providência cautelar avançada pela Junta de Freguesia de Perelhal e pela Associação Perelhal Solidária IPSS, através dos advogados Miguel Lomba e Miguel Maia.

«Os requerentes Ministério e APA estão obrigados a impedir, com urgência, e de imediato, que a REN prossiga trabalho». lê-se no despacho.

Recorde-se que os habitantes de Perelhal mantêm uma luta contra o traçado da linha de Muito Alta Tensão naquela localidade, sugerindo uma alternativa menos nefasta (ver aqui).

Aliás, os cidadãos de Perelhal já realizaram várias marchas lentas na EN103-1, que liga Barcelos a Esposende, de forma a alertar para a situação (ver aqui).

 

 

 


Também pode gostar