▶️ Só falta o sim do TC para avançar com as obras da EM505

AvatarRedação , 29 de fevereiro, 2020

Remelhe v2

A Estrada Municipal (EM) 505, no concelho de Barcelos, é um problema já com décadas e ontem à noite os habitantes da freguesia de Remelhe, uma das mais afetadas com o mau estado da via, avançou para um protesto à porta da Assembleia Municipal.

«Há mais de 20 anos que a via está em muito mau estado. Remelhe é a freguesia mais afetada, porque está no meio e não tem escapatória, tem mesmo de passar pela municipal 505», referiu ao Diário do Minho o presidente da junta de Remelhe, José Monteiro.

A via com cerca de sete quilómetros  atravessa as freguesias de Barcelinhos, Alvelos, Remelhe, Carvalhas, Chorente, Góios e Chavão está com problemas como buracos e lombas que afetou o dia a dia daquem dela precisa. «Há taxistas que já recusam trabalho para aqueles lados», revelou ainda o autarca de Remelhe, apesar de nenhum taxista confirmar.

A Câmara de Barcelos já veio a público afirmar que aquele troço vai ter obras, orçadas em dois milhões de euros, e que apenas faltam alguns detalhes e o visto do tribunal de Contas para tudo avançar na EM505 em Barcelos.


Também pode gostar