Viana: Alvarães vai transformar-se em Londres do século XIX

AvatarNuno Cerqueira, 29 de janeiro, 2022

IMG 1276

Chama-se "O pior homem de Londres"e vai transformar um dos símbolos arquitetónicos industriais do país, ali mesmo em Alvarães concelho de Viana do Castelo, numa "little" Londres do século XIX.

A antiga fábrica Jerónimo Pereira Campos foi o palco escolhido pelos realizadores do filme face às semelhanças arquitetónicas com a cidade de Londres do ano 1800.

“O pior homem de Londres” é um filme de época do século XIX, do realizador minhoto Rodrigo Areias. 

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por E24 (@e24.pt)

«O filme conta a história de Charles Augustus Howell, um português de nascimento, mas com origens inglesas», começou por explicar a produtora executiva da Leopardo Filmes, Ana Pinhão Moura, revelando que a personagem deste filme vai ser interpretada por Albano Jerónimo.

«O pior homem de Londres existiu em Inglaterra, filho de mãe inglesa e pai português. Foi uma figura muito interessante daquela cidade na época», destacou Ana Pinhão Moura, sublinhando que Charles Augustus Howell movia-se no ceio do movimento artístico pré-rafaelita. «Esta fábrica merece ser conhecida porque é uma unidade com um estilo único, um dos últimos exemplares deste tipo de construção em Portugal», frisou a produtora executiva.

Tendo em conta que a fábrica labora, Ana Pinhão Moura disse que as filmagens vão decorrer em ora noturna. As filmagens, que arrancam em fevereiro, vão precisar de vários figurantes, pessoas com estilo inglês, mas também de outras temperas, pois Londres sempre foi uma cidade de misturas culturais.

«Os papéis vão desde ferreiros, clientes de pub, trabalhadores. Homens e mulheres com idades compreendidas entre os 18 e os 75 anos, com preferência para os maiores de 25. São necessários muitas pessoas para interpretar papéis de figurantes entre os dias 21 e 14 de fevereiro. As candidaturas, com foto de rosto e corpo inteiro, nome, idade e contacto, podem ser enviadas para phl.figuracao.leopardofilmes@gmail.com», apontou.

O filme, uma longa metragem, terá transmissão em formato de três episódios na RTP.


Também pode gostar