×
IMG-20201226-WA0001.jpg

AHRESP quer diferimento do pagamento do IVA no mínimo até setembro de 2021

DRE_728x90.jpg

Redação - 24 de novembro, 2020

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu hoje, em comunicado, que o diferimento do pagamento do IVA e das contribuições sociais deve vigorar, pelo menos, até setembro de 2021, abrangendo “todo o tecido empresarial”.

O executivo criou uma nova moratório fiscal e contributiva, que introduz um regime extraordinário de diferimento de obrigações fiscais e contributivas relativas a novembro e dezembro deste ano.

“As micro, pequenas e médias empresas do regime trimestral do IVA podem pagar o imposto exigível no mês de novembro em três ou seis prestações mensais”, precisou a AHRESP, no seu boletim diário, acrescentando que os trabalhadores independentes, micro, pequenas e médias empresas podem “diferir o pagamento das contribuições referentes a novembro e dezembro”, sendo que o pagamento pode ser feito em três ou seis vezes.

  • PARTILHAR