Bombeiros preocupados com efeito do aumento dos combustíveis

AvatarRedação , 5 de março, 2022

BV Fao 1

Os bombeiros estão preocupados com os efeitos do aumento dos combustíveis e já solicitaram uma reunião de caráter urgente com a secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, e ao secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, para encontrar medidas de mitigação dos efeitos financeiros desastrosos provocados pela escalada dos preços dos combustíveis.

«A Liga dos Bombeiros Portugueses alertou também o presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), brigadeiro-general José Duarte da Costa, para as dificuldades operacionais que o efeito financeiro da subida dos preços dos combustíveis vai causar, tendo em conta as depauperadas finanças das Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários», afirma a Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP).

Em comunicado, a LBP frisa que com a subida de preços já registada, e o seu previsível agravamento, existem consequências diretas. A LBP afirma que «estão a degradar-se ainda mais rapidamente as condições financeiras em que os diversos Corpos de Bombeiros prestam serviços de transporte de doentes ao abrigo dos acordos e protocolos assinados com as várias entidades da saúde, designadamente com as Administrações Regionais de Saúde e o INEM».

A LBP sublinha ainda que «tais desequilíbrios são potenciados pelo não cumprimento dos prazos de pagamento definidos em norma geral ou previstos na contratualização desses serviços».

Por outro lado, a LBP entende que o Governo que estabeleceu para o setor dos transportes públicos e profissionais formas concretas de ajuda financeira em matéria de despesas com combustíveis, não tenha implementado medidas especiais para as Associações Humanitárias e Corpos de Bombeiros no sentido de atenuar o fortíssimo impacto que o aumento do preço dos combustíveis tem na sua atividade diária.

 


Também pode gostar