Homem de 56 anos constituído arguido por lenocínio em Vieira do Minho

AvatarPedro Gomes , 31 de janeiro, 2022

GNR acidente

O Comando Territorial de Braga, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Póvoa de Lanhoso, no dia 29  de janeiro, constituiu arguido um homem de 56 anos por lenocínio, no concelho de Vieira do Minho.

No âmbito de uma investigação de lenocínio, os militares da Guarda encetaram diligências policiais que culminaram no cumprimento de sete mandados de busca, uma domiciliária, quatro em veículos e duas em estabelecimentos, que permitiram apreender o seguinte material: 50 cartões com registo de consumo no estabelecimento e 3 473 euros em numerário.

No decorrer da ação foram identificadas nove mulheres, com idades compreendidas entre os 24 e os 45 anos. Foram ainda identificados nove homens com idades compreendidas entre os 22 e os 50 anos.

O explorador do estabelecimento foi constituído arguido, e o estabelecimento foi encerrado por ordem judicial.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Vieira do Minho.


Também pode gostar