×
received_165083675377874.jpeg

JP afirma que «Marcelo Rebelo de Sousa está a proteger o Ministro e o Governo»

Redação - 13 de dezembro, 2020

A Juventude Popular (JP) veio a público denunciar a campanha de descredibilização do SEF iniciada por Marcelo Rebelo de Sousa.

Segundo o líder da JP, Francisco Mota, «a reintegração numa ou mais forças policiais do SEF é um erro estratégico e sempre foi uma ambição do PS e do PSD ao longo de anos».

«Depois de uma acção vergonhosa do Governo e do Ministro da Administração Interna, montaram uma campanha para salvar a pele do Ministro através de um aproveitamento político, para silenciar o SEF», refere Francisco Mota, natural de Braga.

O líder da JP acusa o Presidente da República de «ter dado o pontapé de saída desta jogada vergonhosa, aquando da sua entrevista na SIC».

Francisco Mota vai mais longe dizendo «Marcelo Rebelo de Sousa continua a levar o Governo ao colo, não apurando responsabilidades políticas, fazendo da incompetência do Partido Socialista uma motivação para perseguir e agora extinguir instituições do Estado».

«Marcelo Rebelo de Sousa que tenha a coragem de assumir que prefere exonerar o SEF a exonerar o Ministro socialista», aponta, acrescentando que «não podemos confundir uma árvore com a floresta».

«Nem podemos aceitar que uma situação pontual, que deve ter uma mão pesada da justiça e deve ser rejeitada por todos, se torne num aproveitamento político para acabar com um órgão criminal tão importante para a segurança dos portugueses e de quem nos visita, como é o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras», recorda o líder da juventude do CDS-PP.

  • PARTILHAR