Transição para o 'mundo digital' em Paredes de Coura custa 400 mil euros

AvatarPedro Gomes , 17 de janeiro, 2022

Alunos computadores

São cerca de 80 computadores e várias ações de formação gratuita que fazem parte das medidas da estratégia municipal de de educação para a transição digital, num investimento de 400 mil euros, foi hoje divulgado.

Segundo aquele município do distrito de Viana do Castelo, ao abrigo daquela estratégia, que “visa preparar as gerações futuras para um mercado profissional que não se conhece e profissões que ainda não foram inventadas”, foram “fornecidos e instalados 80 computadores no agrupamento de escolas para reforço das condições de acesso à informação e digitalização” e lançado “um plano de formação gratuito”.

A formação, “preferencialmente, em horário não laboral destina-se a todos os públicos, abarcando áreas como a robótica, a testagem de programação, o inglês para o mundo empresarial, e as ações que incorporam a filosofia ‘maker’ (impressão 3D, o têxtil, corte laser)”.

“Este é um passo de antecipação, que exige versatilidade num mundo digital e volátil. Temos de preparar os nossos alunos e jovens para os desafios de uma sociedade em constante mudança que consiga conciliar a inovação tecnológica com os modos de fazer, sejam eles tradicionais ou contemporâneos. Imaginar um ambiente de trabalho totalmente livre da presença de seres humanos não passa de ficção científica. Mesmo os robôs mais avançados precisam da presença de técnicos especializados para sua manutenção e programação”, sublinhou o presidente da Câmara, Vítor Paulo Pereira, citado numa nota enviada à imprensa.


Também pode gostar