Barcelos/Esposende: ACES vai vacinar em seis dias nove mil pessoas

AvatarNuno Cerqueira, 29 de abril, 2021

IMG 5873

O ACES Cávado III Barcelos / Esposende prepara-se, na próxima semana, para vacinar cerca de nove mil pessoas em seis dias. 

«O processo vai decorrer entre o dia 3 e 9 de maio nos Centros de Vacinação», destaca o diretor do ACES Cávado III, Fernando Ferreira, num processo que, embora complexo, está a decorrer dentro da normalidade, como já veio a público elogiar Benjamim Pereira, autarca de Esposende.

Aliás, questionado por este jornal, Fernando Ferreira mostra-se «satisfeito» com o anunciado processo de "autoagendamente" da vacina contra a covid-19 das populações. 

«Desta forma as pessoas vão passar a marcar a vacina, colmatando algumas dificuldades que havia não agendamento. Vai aliviar o desgaste dos profissionais dos ACES na buscas pelas pessoas referenciadas mas sem contacto. Vai aliviar carga de trabalho ao secretariado, direcionado estes assistentes técnicos para outras atividades também importantes dentro do seu perfil. Desta forma qualquer pessoa, que tenha identificação e o nome, vai conseguir agendar para quando e onde quer ser vacinado», destaca. 

O diretor do ACES Cávado III Barcelos / Esposende confirmou ainda este jornal «desconhecer eventuais ilegalidades» no processo de vacinação em Barcelos ou Esposende, como noticiou o Barcelos Popular na última edição impressa.

Este jornal do concelho de Barcelos referiu ter conhecimento «de duas situações de vacinações contra a covid-19 a pessoas com menos de 65 anos de idade e que não cumpriam os requisitos dos grupos de risco, passando à frente de utentes, maiores de 65, com patologias associadas», lê-se na edição.

Ora, o mesmo jornal escreve ainda que Fernando Ferreira «desmentiu qualquer ilegalidade», situação que, ao E24, o diretor esclarece:«Eu não utilizei o verbo desmentir, mas sim desconhecer os factos que me reportou o jornalista», frisa, sublinhando que «o processo de vacinação no ACES decorre de acordo com orientações e prioridades definidas pela TasK Force, DGS e ARS Norte».

«Pelo que, todos os agendamentos e a inoculação da vacina são efectuados de acordo com as referidas orientações e prioridades», destaca Fernando Ferreira, aproveitando para lembrar que já foram realizadas 550 vacinações a pessoas dependentes no domicilio, situação que irá continuar até que seja concluída o processo de vacinação deste grupo de pessoas.. 


Também pode gostar