Barcelos: Cabrita suspende agentes da PSP por "faltarem a policiamento"

AvatarRedação , 15 de novembro, 2021

PSP Intervencao

O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, suspendeu agentes de Intervenção da PSP por “faltarem a jogo” em Barcelos. Os elementos do corpo de intervenção vão cumprir uma suspensão de cinco meses – o chefe foi castigado com seis meses por ser o mais graduado – por uma “insubordinação”, ao não terem entrado no Estádio de Barcelos para o jogo particular Gil Vicente – FC Porto.

O pelotão da Unidade Especial de Polícia afirma ter ficado nas imediações do recinto, mas em estado de prontidão para qualquer eventualidade, e que não faltou ao jogo.

No total são 20 agentes suspensos, por, alegadamente não entraram no Estádio Cidade de Barcelos, a 02 de agosto de 2017, dado que à data não recebiam individualmente tal serviço como remunerado à parte dos vencimentos.

Decorridos mais de quatro anos e depois de esgotadas todas as instâncias de recurso aos níveis interno e hierárquico, o ministro Eduardo Cabrita deu o despacho final, tendo os castigos começado a ser cumpridos, a partir desta quarta-feira.

 


Também pode gostar