Câmara intercede junto da Ministra para garantir vacinação contra a covid-19 em Esposende

AvatarRedação , 4 de fevereiro, 2021

BP infetado 1 v2

A câmara de Esposende quer que a vacinação contra a covid-19 dos seus idosos seja feita no concelho e não em Barcelos, tendo aprovado hoje uma moção com esse pedido ao ministério da Saúde.

O executivo aprovou, na reunião desta manhã, por unanimidade, e por proposta pelo presidente Benjamim Pereira (PSD), uma moção dirigida à ministra da Saúde, Marta Temido, com aquele pedido, pois o Plano Nacional de Vacinação prevê a criação de um posto de vacinação por cada um dos Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) e, no caso de Esposende, tal implica que os utentes abrangidos na primeira fase de vacinação se desloquem ao concelho vizinho.

A autarquia quer que Marta Temido interceda no sentido de "tentar garantir que a vacinação contra a covid-19 de idosos com mais de 80 anos e pessoas com idade superior a 50 anos com patologias, ocorra em Esposende, evitando, deste modo, que estes tenham que se deslocar a Barcelos, tal como foi definido e está previsto".

Em comunicado enviado, Benjamim Pereira destaca que "não obstante a compreensão das dificuldades técnicas que envolvem este processo, não apenas a constituição de equipas de profissionais e a preservação das vacinas no frio, a deslocação de idosos para Barcelos envolve um custo pessoal para todos, nomeadamente ao nível das dificuldades de deslocação".

Segundo o autarca, "apesar de o município e de todas as Juntas de Freguesia terem estado em sintonia quanto ao apoio a dar aos munícipes nessa deslocação, no seguimento do pedido formulado pelo ACES, em reunião de 01 de fevereiro, é da maior importância que haja, em Esposende, postos de vacinação para maior conforto e até segurança da nossa população".

A deslocação a Barcelos dos utentes abrangidos nesta primeira fase da vacinação originou críticas da oposição socialista e da CDU à liderança da autarquia.

 


Também pode gostar