Cávado: CIM declara guerra aos "jacintos" e aprova 50 mil euros para o combate

AvatarRedação , 3 de novembro, 2021

jacintos 1

“Controlo e contenção da proliferação das espécies exóticas invasoras na NUT III Cávado – Conhecer e planear para agir” é o nome do projeto intermunicipal recentemente aprovado pelo Fundo Ambiental e que visa o combate às espécies invasores, tais como os conhecidos "jacintos".

 A candidatura efetuada pela Comunidade Intermunicipal do Cávado em parceria com os Municípios seus associados - Amares, Barcelos, Braga, Esposende, Vila Verde e Terras de Bouro -  tem como objetivo dotar o território de uma estratégia de ação a longo prazo, com a definição de três planos de ação local, para as espécies aquáticas Myriophyllum aquaticum (Velloso) (pinheirinha-de-água) e Eichhornia crassipes (C.F.P. Mart.) Solms -Laub. (Jacinto de Água), e da espécie ripícola Fallopia japonica (Houtt.) Ronse Decr. (= Reynoutria japonica Houtt.) - (sanguinária-do- co Japão), espécies inseridas na Lista Nacional de Espécies Invasoras.

 

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por E24 (@e24.pt)

Com uma dotação de 50 mil euros, este projeto intermunicipal atenta aos problemas da presença e crescente proliferação destas espécies exóticas invasoras no território da NUT III Cávado, nomeadamente nos rios e afluentes.


Também pode gostar