▶️ Esposende: Artefactos pré-históricos encontrados no "canal"

AvatarNuno Cerqueira, 19 de maio, 2021

IMG 6742

Um pequeno conjunto de artefactos pré-históricos - peças de corte em pedra lascada - encontrados no canal intercetor de Esposende, em Marinhas, vem reforçar a importância arqueológica do Concelho.

O depósito de areias e cascalhos onde as peças foram recolhidas corresponde a uma antiga praia de há centenas de milhares de anos, hoje localizada a cerca de um quilómetro, em linha reta, da costa esposendense, que terá sido frequentada pelo Homem primitivo.

O achado foi realizado pelo arquélogo e docente da Universidade do Porto, Sérgio Monteiro Rodrigues, junto às vias que acompanham o canal intercetor de mais de cinco quilómetros.

Embora tenha sido uma descoberta casual durante um passeio nas vias parelas do canal intercetor de Esposende, o arqueólogo reconhecia já o potencial arqueológico dos depósitos do local.

«São peças com cerca de 200 a 300 mil anos. Seixos de praia intencionamente partidos para criar arestas cortantes para servirem de ferramentas. Num caso consegue-se ver numa das peças aquilo que seria um machado», frisa Sérgio Monteiro Rodrigues, que já deu conhecimento à Câmara de Esposende, que poderá avançar para uma pequena intervenção no local no sentido de sinalizar o achado e criar alguma informação para quem ali passa perceber «que há centenas de milhar de anos já ali esteve alguémma cortar carne ou a trabalhar».

«Pelo facto de aparecerem a esta altitude e com estas características, conseguimos ter uma ideia da idade das peças. Isso confere-lhes uma importância especial, mas há estudos que estão ainda por fazer. A grande novidade é que têm sido descoberto peças deste tipo mais no interior de Esposende, dando conta de um configuração diferente do território e de uma grande antiguidade dos artefactos», destacou ainda o arqueólogo e docente. 


Também pode gostar