×
D-IMO-BANNER.jpg

Esposende desce mas lidera incidência covid-19 no Minho

Redação - 23 de dezembro, 2020

O concelho de Esposende lidera no Minho a taxa de incidência da covid-19 nos últimos 14 dias. Apesar da descida, em comparação com os últimos dados revelados a 18 de dezembro (ver aqui), Esposende apresenta uma taxa de incidência de 1223 casos, quando a 14 de dezembro era de 1346. 

O concelho da foz do Cávado é mesmo o 16º no país com maior incidência da covid-19.

Já o concelho de Barcelos também sofreu uma descia, de 1205 para 1045, ficando perto de sair dos concelhos de risco extremo, onde figura Esposende.

O concelho de Viana do Castelo desceu para o nível "risco elevado", passando de uma taxa de incidência de 524 para 435.

No Norte o distrito de Viana do Castelo foi o único com aumento de novos casos de infeção por SARS-CoV-2. Segundo o relatório da Administração Regional de Saúde, que reporta a evolução da situação epidemiológica entre a segunda e terceira semana de dezembro, o aumento foi de 43%.

O distrito de Braga registou um decréscimo de 1% de novos casos de infeção (passando de 3.413 para 3.369).

Segundo o relatório da ARS-N, o concelho de Vimioso é o que apresenta a maior taxa de incidência a Norte, com 3.181 novos casos por 100 mil habitantes a cada 14 dias.

Esposende, Vila Nove de Famalicão (1164) e Póvoa de Lanhoso (1121) são no Minho os que têm maior taxa de incidência, sendo superior a 1.000 novos casos por 100 mil habitantes a cada 14 dias, sendo que a média da região Norte se fixa agora nos 677.

Portugal contabiliza pelo menos 6.191 mortos associados à covid-19 em 376.220 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O estado de emergência decretado em 09 de dezembro para combater a pandemia foi renovado até 07 de janeiro, com recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

O Governo decidiu manter as medidas previstas para o Natal, mas agravou as do período do Ano Novo, com recolher obrigatório a partir das 23:00 de 31 de dezembro e a partir das 13:00 nos dias 01, 02 e 03 de janeiro.

  • PARTILHAR