×
D-IMO-BANNER.jpg

Esposende: Rui Silva para liderar "um novo" CDS-PP

Redação - 20 de março, 2021

Chama-se Rui Manuel soares da Silva, tem  43 anos e residente em Fonte Boa. Este é o candidato, único, que hoje o CDS-PP de Esposende vai eleger como líder de um partido com fortes tradições em Esposende e que já esteve a comandar a autarquia esposendense.

Segundo Rui Silva, e em declarações a este jornal,  a candidatura surgiu «da vontade dos militantes do CDS-PP de Esposende».

«O CDS tem uma história importante no concelho de Esposende, já fomos poder e uma referência regional e nacional, o CDS já teve momentos de grande glória neste concelho, também não esqueceremos os momentos, longos, das grandes adversidades, com elas aprendemos e esse será o nosso cimento para as grandes conquistas que se avizinham. E, mesmo nesses momentos difíceis, que também fazem parte do legado do partido, queremos honrar todos aqueles que com o seu empenho e voluntarismo contribuíram para a representatividade e afirmação do partido no concelho e nas freguesias», afirma Rui Silva.

O candidato sufragado afirma que teve «de imediato» inúmeros apoios, de militantes, amigos e conhecidos, quando tomou a decisão de pegar nos centristas de Esposende.

«Porque o nosso objetivo principal é agregar, unir, reconciliar e reconquistar todos aqueles que em tempos fizeram do CDS-PP um partido de poder e queremos voltar a chegar às pessoas que andam desiludidas com a política e com os políticos. A nível local ainda se sente mais isso! Esta concelhia poderá ser pequena em dimensão, mas será muito grande em ambição e por isso formei uma lista que vai de encontro a todos os militantes e de muitos simpatizantes com os quais tenho contactado, pois sinto que há muita gente motivada para agregar a uma ideia e uma visão diferente para este concelho. Uma visão mais plural e mais livre. Por isso escolhi uma equipa coesa e equilibrada com muita juventude e algumas pessoas que nos tragam a experiência do combate político, acima de tudo pessoas focadas e capazes de dar um novo rumo ao CDS-PP, todos fazem falta e todos se identificam com os princípios programáticos que defendemos para o concelho, todos querem fazer mais e melhor, pelo partido e principalmente pelo concelho», destaca.

Quando olha para o concelho, Rui Silva acredita que «vamos voltar a dar voz a muita gente neste concelho».

«Mas este será o momento de querer crescer, dignificando o passado e o presente, com o futuro no horizonte. O CDS de Esposende não quer as pessoas apenas para darem a cara na altura das eleições, queremos fazer diferente, queremos fazer parte do dia a dia das pessoas, antes e depois das eleições, numa ideia constante de uma democracia participativa, mais próxima e mais ativa, é neste sentimento que o futuro do CDS-PP de Esposende começará a partir do dia 27 de março de 2021», frisa.

O projeto do "novo" CDS-PP passa por criar «um projeto agregador, aberto à sociedade civil, onde todos possam dar desinteressadamente o seu contributo para um projeto de futuro, com dimensão, um projeto alicerçado no espírito de missão, assente na diversidade e na competência, onde todos possam dizer aquilo que pensam e o que pretendem para o desenvolvimento deste concelho».

«Queremos agregar, saber ouvir para saber decidir. Queremos rasgar com a mediocridade e com as vistas curtas, as meias palavras e os jogos de bastidores onde gravitam os grandes interesses. Só vamos travar as lutas necessárias, para fazer valer os interesses dos esposendenses e não nos vamos intimidar com quem acha que tem o peso do poder que a democracia lhe confere, muito menos com os que teimam em lesar os verdadeiros interesses do concelho. O Novo CDS PP será uma voz ativa, de permanente união em todas as freguesias, para potenciar e dinamizar o Nosso Concelho, como um todo; mobilizador e agregador de vontades e de ações para a comunidade em geral, numa relação de proximidade com todas as instituições e entidades existentes no concelho», destaca Rui Silva.

Quanto às autárquicas, a estratégia está montada e Rui Silva diz que «esta comissão política estará focada numa nova abordagem política para Esposende e temos como objetivo para estas eleições autárquicas de 2021, apresentar listas do CDS PP a todas as Freguesias do Concelho, Assembleia Municipal e à Câmara Municipal».

 

  • PARTILHAR