▶️📷 Incumprimento de recolhimento é a infração mais detetada em Esposende

AvatarNuno Cerqueira, 6 de fevereiro, 2021

3

O comando territorial da GNR do distrito de Braga realizou várias fiscalizações no distrito de Braga no âmbito do confinamento obrigatório face ao Estado de Emergência em vigor (ver fotogaleria aqui).

 

Logo foi possível verificar que há menos gente a circular e mais cumprimento das regras do confinamento. «São factos, mas ainda há quem teime em não cumprir», disse o tenente Carlos Dantas, que esteve a comandar a operação da GNR no concelho da foz do Cávado.

Este jornal passou a tarde com o destacamento territorial da GNR de Barcelos e acompanhou operação em Esposende.

Os militares observaram e fiscalizaram «as normas relativamente ao confinamento obrigatório, dever de recolhimento domiciliário, estabelecimentos, circulação entre concelhos e uso de máscara, assim como outras verificações habituais», disse o tenente Dantas.

Sendo Esposende um destino habitual para passeios quando as condições meteorológicas são “simpáticas”, a GNR fiscalizou as marginais de Apúlia, Marinhas, Esposende e Fão.

«Não ocorreram grandes infrações. Também esta foi uma ação de prevenção e pedagógica. Quem não estava em cumprimento, aceitava as ordens e recolhia a casa», disse, referindo ainda «mais gente a cumprir e menos circulação rodoviária».

Portugal encontra-se em dever de recolhimento domiciliário até ao próximo dia 14 de fevereiro, data em que vão ser revistas as medidas restritivas de circulação face à evolução pandémica de covid-19 no país. Desde as 20h00 horas de sexta e até às 05:00 de segunda, é proibida a deslocação entre concelhos, salvo excepções previstas no decreto do Conselho de Ministros.

[Notícia completa na edição impressa do Farol de Esposende]


Também pode gostar