×
d-imo-t3.gif

Muro de três metros por sete nasce em plena Marginal

Redação - 10 de janeiro, 2020

É a próxima obra de arte que vai nascer em Esposende e plena Marginal. Um muro, com três metros de altura e sete de comprimento, vai ser instalado entre o Centro de Atividades Náuticas e a Marina dos Pescadores.

 A obra arrancou hoje e é da responsabilidade do grupo dst, à semelhança das outras obras -  "Octo" junto ao Forte de São João Baptista e o "Padrão" - que têm causado um impacto negativo junto da população de Esposende.

No entanto o autarca de Esposende diz que se trata de uma parede onde o Vhils vai esculpir uma estátua e que estará pronta a 24 de janeiro.

«Trata-se de uma homenagem aos pescadores, mas através da figura das mulheres que ficam em terra», explicou Benjamim Pereira.

No local, e em conversa com alguns pescadores, muitos aponta para o impacto visual da obra e o facto desta estar, alegadamente, em zona do Parque Natural do Litoral Norte. «Não era proibido construir na Marginal de Esposende?», interrogam no local.

A obra será uma intervenção de Alexandre Farto, conhecido por Vhils, e está integrada no conceito Smart City que está a ser levado a cabo pela autarquia de Esposende. 

«Alia a inteligência urbana e ambiental à criação artística original, implementada no espaço público», frisa a Câmara de Esposende.

 

  • PARTILHAR