PCP de Esposende acusa PSD e PS de «hipocrisia» na reposição das freguesias

AvatarRedação  . 

IMG 5908

O Partido Comunista Português (PCP) de Esposende acusa de «hipocrisia» o PSD e PS na matéria da reposição das freguesias. Tudo porque sociais democratas e socialistas chumbaram a iniciativa legislativa do PCP, no passado dia 11 de março, para a reposição das freguesias de acordo com a vontade das populações.

«Era a solução para estabelecer o procedimento e os prazos que permitiam a reposição das freguesias a tempo do próximo ato eleitoral para as autarquias locais», afirmam os comunistas num comunicado.

O PCP de Esposende destaca que «o Governo, por um lado, com a entrega tardia da Proposta de Lei na Assembleia da República, e PS e PSD, por outro lado, procurando protelar o normal andamento dos trabalhos na comissão, impediram, com o chumbo da proposta do PCP, um processo legislativo em tempo útil para permitir a reposição das freguesias».

Os comunistas questionam mesmo «como se entende que PS e PSD na Assembleia Municipal de Esposende apresentem Moções defendendo a desagregação das freguesias, quando os mesmos partidos chumbam na Assembleia da República as propostas que a defendem?», perguntam, referindo ainda que «ficou claro que, mesmo havendo vontade das populações, as freguesias não serão repostas por falta de vontade política de PS, PSD, CDS, PAN, IL e CH».

«A posição expressa em centenas e centenas de moções, abaixo-assinados, petições e ações de luta de norte a sul do País foi gorada por estes partidos. O PCP, honrando os compromissos assumidos com as populações, continuará a lutar em defesa da reposição das freguesias de acordo com a vontade das populações em todos os palcos desta luta, desde a rua à Assembleia da República», vaticinam.


Também pode gostar