Acidente na EN13 em Marinhas faz um ferido

AvatarRedação  . 

IMG 3037

O Darque Kayak Clube (DKC), de Viana, anunciou hoje que vai proceder à redução das mensalidades para crianças e jovens carenciados na prática da canoagem, como apoio às famílias e à comunidade.

«Em tempos de pandemia e com famílias a passar dificuldades, o DKC, e como é sua tradição, apoia famílias e a comunidade, para que todas as crianças e jovens possam praticar esta modalidade individual ao ar livre que é a canoagem. Mesmo sem o apoio financeiro institucional local, a DKC aposta no voluntariado associativo para que as crianças e jovens de famílias comprovadamente carenciadas possam praticar a modalidade em condições de excelência», frisa o clube.

Assim, este clube vianense já reduziu de forma significativa as mensalidades, de 50 a 90% para as famílias carenciadas e prepara-se para o fazer também para todos os que se queiram inscrever e preencham essa condição.

«Sempre no máximo sigilo, caso a caso, procurando as melhores opções e contribuindo até com equipamento quando necessário», destacam, reforçando que «em 27 anos de existência, os técnicos do DKC sempre tiveram o condão de ser voluntariamente generosos e de “responder às chamadas” que consideram mais convenientes e dentro do perfil desta associação juvenil».

 Em um ano de pandemia esta é a quarta ação de solidariedade e de apoio para com a comunidade vianense. A primeira com a doação de material de proteção a IPSS de Darque, a segunda e a terceira com recolhas de sangue para o Instituto Nacional de Sangue, para Portugal, e presentemente com a redução de mensalidades para todas as crianças e jovens de famílias comprovadamente carenciadas que queiram fazer canoagem.

«O ciclo de voluntariado completou-se neste período de um ano também com ações de defesa do ambiente, nomeadamente plantação de árvores, proteção ao borrelho de coleira interrompida na frente ribeirinha e remoção de acácias e cortadeiras (plantas invasoras) das Ínsuas do Rio Lima», vaticinam.

 


Também pode gostar