Futebol: Exibição de gala acaba com invencibilidade do (ex) líder!

AvatarPedro Gomes , 20 de dezembro, 2021

Forjaes

Num jogo que se previa extremamente complicado e onde a vitória era praticamente uma miragem, o Forjães FC acabou por ir ao terreno do líder (até ao final do encontro!) Lank Vilaverdense e causar a primeira derrota de forma categórica (2x4). 

Até à altura, a equipa de Vila Verde registava um impressionante registo de nove vitórias e apenas dois empates em 11 jogos, liderando assim o Campeonato Portugal, juntamente com o Marítimo B. Na antevisão da partida, o técnico do Lank Vilaverdense, Ricardo Silva, tinha alertado que as equipas que defrontavam o Lank, entravam em campo com uma motivação extra de causar a primeira derrota da sua equipa. E foi dessa forma que o Forjães encarou o encontro. 

As duas equipas entraram em campo bem cientes daquilo que tinham que fazer e viu-se um equilíbrio e muita luta a meio campo. O primeiro golo acabaria por chegar perto da meia hora de jogo (25'), num lance que espelhava bem essa luta no centro do terreno. Após uma série de ressaltos e disputas áreas, Tico surge isolado pela esquerda, cruzou para o interior da área, onde apareceu Pauleta a rematar para defesa do guarda-redes da equipa da casa, contudo, a bola acabou por ressaltar no defesa do Vilaverdense que acabou por introduzir a bola na própria baliza. Estava assim feito o primeiro e era para o Forjães. 

Aos 37', novamente Tico a aparecer com espaço na esquerda, cruzou atrasado para a área, onde apareceu o Venú a finalizar de forma perfeita. O Forjães fazia assim o 0-2 e deixava o Lank em maus lençóis. Ainda assim, a equipa de Ricardo Silva acabaria por reduzir antes do intervalo, por intermédio de Edmilson (41'), numa bela cabeçada, após um cruzamento do lado direito. 

O jogo ia então para intervalo e o Forjães, contra todas as expetativas, estava na frente. 

No segundo tempo, esperava-se uma reação do Lank Vilaverdense. E assim foi. A equipa entrou mais agressiva e disposta a arriscar mais e colheu frutos à passagem do minuto 59', novamente de cabeça, após um pontapé de canto, mas, desta feita, foi a vez de Zé Pedro deixar a sua marca no jogo. O Lank chegava assim ao empate quando faltava mais de meia hora para terminar o encontro. 

O Vilaverdense continuava a apertar e ia carregando cada vez mais, enquanto que o Forjães tentava sair em contra ataque e tentava aproveitar os espaços deixados pela defesa da equipa da casa. E acabou por ter sucesso. Após uma perda de bola a meio campo, a equipa de Esposende saiu com tudo para a frente e Nuno Simões, com espaço na esquerda, rematou a teve e a bola acabou por sofrer um desvio fatal para o guarda-redes do Lank. Volta o Forjães a estar na frente do marcador (2x3) e acabaria por não ficar por aqui. Aos 82', num pontapé de canto, Nuno Ramos apareceu ao segundo poste para desviar uma bola que parecia perdida na área do Lank. 

O resultado acabaria por não sofrer mais alterações até ao final e estava confirmada a primeira derrota do Lank Vilaverdense às mãos do Forjães. 


Também pode gostar