Morreu o campeão das subidas Vitor Oliveira

AvatarFrancisco Xavier, 28 de novembro, 2020

vitor

O carismático treinador Vitor Oliveira, que na pré-ópoca ainda orientou o Gil Vicente, morreu hoje de manhã.

Ao que apurou este jornal, Vitor Oliveira realizava uma caminhada em Matosinhos, terra natal deste, acompanhado por familiar, quando se sentiu mal.

Segundo informações recolhidas junto da autoridade, Vitor Oliveira acabou por entrar em paragem cardiorrespiratória e morreu.

Vitor Oliveira era conhecido como campeão das subidas de divisão. Nascido em Matosinhos, Vitor Oliveira representou como jogador o Leixões SC, FC Famalicão, SC Espinho, SC. Braga e Portimonense SC. Retirou-se dos relvados em junho de 1985, aos 31 anos.

Como treinador orientou o FC Famalicão, trabalhou com o Portimonense. Trabalhou no FC Paços de Ferreira na II Divisão, conseguindo a promoção em 1991 como campeão e conseguindo a manutenção na época seguinte.

Mudou-se depois para o Gil Vicente FC onde completou três temporadas no primeiro escalão. De seguida treinou várias equipas da 1ª e 2ª Divisão, conseguindo a promoção à 1ª Divisão de UD Leiria, Os Belenenses e Leixões. No início de 2007/08 treinou UD Leiria.

Depois de trabalhar com o ex-clube Leixões como Director-Geral para o futebol em 2008–09, Oliveira retomou sua carreira na II Liga, com o CD Trofense, CD Aves, FC Arouca, Moreirense FC, União da Madeira e Chaves, Em 19 de maio de 2016, ele retornou ao Portimonense quase três décadas após seu primeiro período, num contrato de um ano com o objectivo de conseguir a promoção. Depois de fazer isso como campeão - sua quinta promoção consecutiva - ele decidiu permanecer no Algarve, tendo levado a equipa ao décimo lugar no regresso à Primeira Liga, abandonando Portimão em maio de 2018.

Em 22 de maio de 2018, Oliveira substituiu João Henriques como gerente de outro ex-clube, o FC Paços de Ferreira. Em maio de 2019, após selar sua décima primeira promoção e sexta como campeão, ele partiu para outro ex-clube, o Gil Vicente FC - que havia sido reposto na Primeira Liga após uma decisão judicial relativa ao Caso Mateus. Em 10 de agosto, no seu primeiro jogo da temporada, venceu o FC Porto por 2–1 em casa.

É considerado o «campeão das subidas de divisão», tendo já conseguido promover 11 equipas da segunda para a primeira Liga do futebol português.

 

 


Também pode gostar