×
d-imo-t3.gif

Sai Carlos Magalhães e Bruno Cruz pode estar a caminho do CN Fão

Nuno Cerqueira - 13 de novembro, 2020

Carlos Magalhães já não é mais treinador do Náutico (CN) de Fão, clube de canoagem do concelho de Esposende.

Segundo declarações prestadas pelo dirigente do clube, António Páscoa, Carlos Magalhães «não tem disponibilidade horária para acompanhar o número de atletas que atualmente compõe a equipa do CN Fão, que são mais de 100, tendo colocado o lugar à disposição», confirmou António Páscoa.

Segundo este dirigente, o Náutico «tem diversos treinadores e prontamente integrou um novo elemento para completar a equipa técnica», ficando por saber se se trata de Bruno Cruz.

O Clube Náutico (CN) de Fão continua a ajustar a equipa de canoístas de forma a acompanhar o crescimento pretendido pela direção do clube fangueiro, que, em declarações a este jornal, diz «desconhecer» que 17 atletas tenham deixado o clube depois de Carlos Magalhães ter sido dispensado.

«A equipa de juniores e seniores do CNF foi abordada pelo Recreativo de Gemeses para comparecerem a uma reunião lá no clube, na tentativa de os seduzirem a mudar de clube. Que saibamos, apenas dois atletas compareceram e depois de terem informado o Fão de que iriam mas não pretendiam sair do clube. Desconhecemos que qualquer um dos atletas tenha saído ou pretenda sair do CN Fão para o Gemeses», refere Páscoa, que analtece o «amor ao clube fangueiro».

«Acreditamos na fidelidade dos nossos atletas e tudo fazemos para estar à altura da atitude e amor à camisola que sempre demonstraram ter por este clube», frisa.

Este jornal procurou confirmar junto do Recreativo de Gemeses, através do presidente João Pedro Lopes, a situação, mas este recusou prestar qualquer declaração.

  • PARTILHAR