Estudante do IPVC morre atropelado na A3

AvatarRedação , 3 de janeiro, 2021

15994534 1511703598857026 3845387843996784210 o 1

Tentou alertar para acidente na via, hoje na A3 em Braga, mas acabou atropelado. Luís Miguel Vieira Meira tinha 22 anos - fazia na próxima quarta-feira 23 - e estudava na Escola Superior de Tecnologia e Gestão no Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

A vítima mortal era natural de Joane, em Famalicão, mas vivia em Viana do Castelo.

Luís Meira saiu do carro depois de passar por uma carrinha capotada, com vários feridos dentro desta. Tentou avisar os condutores para abrandar face ao acidente e piso, supostamente, com gelo.

Uma viatura ao tentar desviar-se, acabou por entrar em despiste e colher Luís Meira que não resistiu aos ferimentos.

Namorada e amigo, que seguiam com Luís Meira, tiveram que receber apoio psicológico do INEM.

«Apesar dos esforços das equipas no local, não foi possível reanimar a vítima tendo sido o óbito declarado no local», confirmam os Bombeiros Voluntários Famalicenses, que estiveram no teatro de operações com o apoio diferenciado da VMER de Braga e de Famalicão.

A A3 esteve cortada ao trânsito e os três feridos resultantes deste teatro de operações, um dos quais que havia estado encarcerado, foram evacuados para o Hospital de Braga.

O alerta foi dados às 09h36, mobilizando para o local 25 operacionais, incluindo uma equipa de psicólogos do INEM tem foi mobilizada para dar apoio aos familiares das vítimas.

Os Bombeiros Sapadores de Braga também estiveram no teatro de operações, assim como a BT da GNR tomou conta da ocorrência.

 


Também pode gostar