Hospital com 121 camas no Centro Cultural

AvatarRedação , 2 de abril, 2020

hospital retaguarda centro cultural viana 1

Viana do Castelo montou um hospital de retaguarda no Centro Cultural de Viana do Castelo e já está disponível. No total são 121 camas e esta manhã recebeu a visita do presidente da Câmara de Viana do Castelo, o presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) e o presidente da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Viana do Castelo (UDIPSS – Viana do Castelo).

Este hospital poderá poderá ir até às 200 camas, com alas feminina e masculina. Neste momento, o espaço dispõe de cem camas e enfermaria, 21 quartos individuais, sala de tratamentos, sala de convívio e refeições, unidade de gabinete médico, balneários masculinos e femininos, unidade de armazenamento de equipamento para sujos e limpos, dois acessos diferenciados de entradas e saídas e oitenta cacifos individuais.

O layout do hospital de retaguarda foi projetado de acordo com orientações da ULSAM e das autoridades de saúde pública.

Recorde-se que o Serviço Municipal de Proteção Civil de Viana do Castelo, em articulação com o CODIS - Comandante Operacional Distrital da Proteção Civil e o Presidente do Conselho de Administração ULSAM prepararam diversas ações e medidas de proteção para fazer face à pandemia do Covid-19.

«Assim, a Câmara Municipal vai continuar a salvaguardar o bem-estar e saúde de todos os vianenses, mediante um conjunto de medidas, de onde se destacam, para além da instalação da Reserva Estratégica Hospitalar, tais como disponibilização de testes de Covid-19 nos lares residenciais de idosos, desde que cumpram as prescrições médicas, criação de lugares de confinamento para quarentena profilática nos Centros Náuticos Municipais e Sedes dos Grupos Folclóricos do concelho, para cidadãos idosos com autonomia,fornecimento de Equipamentos de proteção individual a quem trabalha nas IPSS’s, distribuindo kits com luvas e máscaras de proteção, uma medida que se estende a todas as instituições de solidariedade do concelho», lê-se no comunicado da Câmara.


Também pode gostar