Viana/Esposende: Quantas pessoas podem estar na "minha" praia? Consulta aqui lotações

AvatarRedação  . 

NC praia apulia 1

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) divulgou a lotação das praias do continente. Em Viana do Castelo e Esposende, tudo somado, há 16 mil e 900 lugares, com a curiosidade de ser o concelho de Esposende que tem mais capacidade com 8600.

Segundo a APA, há em Portugal capacidade para 847 mil lugares, apesar destas listas das praias para 2021 serem ainda  «provisórias».

Tudo aponta para que a época balnear arranque no dia 12 de Junho e este ano as autoridades vão apertar ainda mais com multas para quem não cumprir as regras.

Desta forma em Esposende a praia com maior capacidade é a de Suave Mar, na freguesia de Marinhas, com três mil lugares. Depois surge Apúlia, com dois mil e Apúlia "Norte" com 900. Também em Apúlia, temos a praia da Ramalha que apresenta 1200 lugares. Na Vila de Fão, Ofir terá capacidade para 800 pessoas e nas Marinhas estão ainda 600 lugares em Cepães e Rio Moinhos com 100.

No concelho de Viana do Castelo, os 8300 lugares estão distribuídos por Afife 900, Amorosa Chafé 400, Amorosa Chafé Sul 400, Pequena Arda/Bico 1400, Cabedelo 800, Cabedelo Luziamar 800, Carreço 600, Pedra Alta (Neiva) 200, Ínsua 1300, Norte 600 e Paçô/Carreço 900. 

«Estas listas são um importante auxiliar para a gestão e utilização segura das praias», afirma a APA, já que estes valores informam tanto os cidadãos como as autoridades de forma a «direccionar os devidos comportamentos, de uma forma responsável».

«Considerando a aprendizagem resultante da época balnear de 2020», a APA adoptou critérios para determinar a capacidade das praias de águas costeiras e de transição, e das praias de águas interiores.

Nas praias costeiras e de transição, foi definida uma área de 8,5 metros quadrados por pessoa considerando o distanciamento físico, sendo que o areal utilizável tem como referência o limite lateral das praias definido nos Planos de Ordenamento da Orla Costeira. Além disso, a APA identificou praias de uso limitado em que a área utilizável é fortemente condicionada por faixas de salvaguarda ao risco costeiro associadas a arribas ou acessos.

Já nas praias de águas interiores é considerada a extensão da frente da zona balnear e uma faixa com a profundidade passível de utilização a partir do limite do plano de água. Incluem-se, também, nesta área os espaços envolventes, como parques de merendas, esplanadas, relvados e piscinas com plataformas flutuantes para permanência.

À entrada das zonas balneares deverá existir, ainda, uma sinalética do tipo semáforo que, através de bandeiras ou cartazes, ditará a lotação da praia naquele momento.

 


Também pode gostar